Carregando

Projeto Casa Lotus

Residencial

CLIENTE

LOCAL

Santa Maria – Condomínio moradas do lago

COMPLETADO EM

O conceito buscado para a concepção foi a paz interior, representada pela flor de lótus, que tem o significado de pureza espiritual, o que nomeou a residência. Para buscar estes aspectos, valorizou-se a luz natural para criar ambientes iluminados e serenos, também trabalhando a integração entre eles. Na fachada empregou-se o vidro que permite a entrada de grande quantidade de luminosidade natural.

O chanfro nas bordas foram concebidos para amenizar a solidez das paredes, conferindo a sensação de leveza, alinhando-se ao efeito gerado pelo grande vão destinado ao estacionamento, além da permeabilidade visual frene e fundos gerada com esta elevação da edificação.

Outro elemento respeitado no projeto foi a topografia. O terreno apresenta um declive acentuado e este foi aproveitado para gerar ambientes de lazer abaixo do volume do setor social da casa criando visuais de imponência ao longo do pátio.

A volumetria proposta contrasta entre cheios e vazios por meio das fenestrações das aberturas ao norte e sul. O único volume de concreto repousa sobre pilotis que delimitam o abrigo dos veículos, no térreo, logo, no nível inferior outros pilotis delimitam o salão de festas, permitindo a interação entre ambiente e paisagismo.

detalhes do projeto

O conceito buscado para a concepção foi a paz interior, representada pela flor de lótus, que tem o significado de pureza espiritual, o que nomeou a residência. Para buscar estes aspectos, valorizou-se a luz natural para criar ambientes iluminados e serenos, também trabalhando a integração entre eles. Na fachada empregou-se o vidro que permite a entrada de grande quantidade de luminosidade natural.

O chanfro nas bordas foram concebidos para amenizar a solidez das paredes, conferindo a sensação de leveza, alinhando-se ao efeito gerado pelo grande vão destinado ao estacionamento, além da permeabilidade visual frene e fundos gerada com esta elevação da edificação.

Outro elemento respeitado no projeto foi a topografia. O terreno apresenta um declive acentuado e este foi aproveitado para gerar ambientes de lazer abaixo do volume do setor social da casa criando visuais de imponência ao longo do pátio.

A volumetria proposta contrasta entre cheios e vazios por meio das fenestrações das aberturas ao norte e sul. O único volume de concreto repousa sobre pilotis que delimitam o abrigo dos veículos, no térreo, logo, no nível inferior outros pilotis delimitam o salão de festas, permitindo a interação entre ambiente e paisagismo.

Deixe o MOWA lhe ajudar com seu projeto.

Entre em contato conosco e veja o que podemos transformar pra você.

MANDE UMA MENSAGEM